X

PERGUNTAS
FREQUENTES

Como são os boxes?

Disponibilizamos boxes de todos os tamanhos, a partir de 1m². Todos nossos boxes possuem monitoramento eletrônico e vigilância 24h por dia. A GuardaBem se preocupa com sua privacidade, todos boxes são individuais e só você tem acesso a chave.

O que posso armazenar nos boxes?

Mercadorias e produções em geral; Equipamentos de trabalho e lazer; Móveis e pertences durante mudanças, reformas e viagens; Apoio à logística com pouca área de estoque; Matérias-primas, materiais de escritório, materiais promocionais, livros, papéis e revistas; Importação/Exportação; Arquivo-morto e demais documentos de empresas;

Quem mais tem acesso ao meu box?

Somente você, ou pessoas por você autorizadas, que conste no contrato.

O armazenamento é caro?

O custo do box locado varia de acordo com o tamanho, a GuardaBem dispõe de mais de 20 tamanhos. O tempo de locação também define seu preço, oferecemos ótimos preços para locações com tempo maior.

Quais taxas tenho que pagar?

Nenhuma, você paga somente o valor da locação pelo seu box (de acordo com o tamanho escolhido).

Como pagar pelo box?

No ato da assinatura do contrato é paga a 1ª mensalidade, e os próximos subsequentes a cada 30 dias, através de Boleto Bancário.

Por quanto tempo posso utilizar o box?

O contrato é renovável mensalmente, rescindível pelo cliente a qualquer momento.

Qual a documentação necesaária para locação?

Pessoa Física: Cópia do CPF, RG e Comprovante de Residência. Pessoa Jurídica: Cópia do CNPJ, Contrato Social, Última alteração, Comprovante de endereço e RG do responsável da empresa. Obs.: Mercadorias novas e comercializáveis dependem de NFs.

A GuardaBem possui o transporte?

Não possuímos este serviço. O transporte é por conta do cliente, porém indicamos empresas especializadas.

X

Quero um
Orçamento

Ao fazer o seu pedido de orçamento, tenha em mente que o tamanho do box e o tempo de permanência são os principais fatores que influenciam o valor da locação.

51 3026.8818
51 99554.1812

Blog

A origem da Black Friday

22 de Outubro de 2018

Um dos dias mais esperados do ano por quem procura bons preços, a Black Friday já caiu no gosto do povo brasileiro. Mas você sabe como esse dia se tornou o que conhecemos hoje em dia?

 

O que significa “Black Friday”?

Na língua de origem, o inglês, é literalmente “sexta-feira negra”, e de início a expressão servia para se referir a calamidades.

 

E como se associa às compras?

Inspirados nos vizinhos canadenses, os americanos da loja de departamento Macy’s implementaram um ritual que é celebrado até hoje nos Estados Unidos para incentivar as compras de Natal: um desfile temático das festas de fim de ano. Quase como um aviso de que a época de compras chegou.

 

Histórico e Ação de Graças

O feriado do Dia de Ação de Graças foi um costume iniciado pelo presidente Abraham Lincoln, em meados do século 19, e era então celebrado na última quinta-feira de novembro. Mas, em 1939, o feriado caiu no último dia de novembro, preocupando lojistas por significar um período muito curto para as compras de fim de ano. A solução deles? Enviar uma petição ao então presidente, Franklin Roosevelt, para que as festas de Ação de Graças começassem uma semana mais cedo, e assim é até hoje.

 

Evolução do termo

O significado atual atrelado à expressão surgiu na Filadélfia, com policiais frustrados em uma sexta-feira particularmente caótica de compras. Mas esse termo só começou a se espalhar nacionalmente em meados dos anos 90, e foi somente em 2001 que esta sexta-feira se tornou o maior dia de compras do ano. Isso porque o sábado, ao invés da sexta, era considerado o grande dia de compras, porque os americanos deixavam suas compras para a última hora.

 

No mundo

Vendo uma boa estratégia para impulsionar vendas nesse período, o resto do mundo logo começou a implementar suas próprias “Black Fridays”, inclusive em lugares onde o Dia de Ação de Graças não é celebrado, como no Brasil.

 

Fonte: https://bbc.in/2EpA3Y2

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Agencia Órbita
-->